Menu
Banner CDL
25 de Outubro de 2014

Wagner cotado para assumir ministério no governo Dilma

Na bolsa de apostas de petistas e aliados, o que se diz é que o governador da Bahia, Jaques Wagner, terá papel de destaque num eventual segundo mandato da presidente Dilma (PT). Quem diz isso é o colunista do jornal O Globo Ilimar Franco. A votação da presidente na Bahia e proximidade Wagner com o ex-presidente Lula são suas credenciais. O jornalista não cita, mas as apostas são de que o governador deve assumir a Casa Civil.

Leia mais ...

Debate Aécio x Dilma na Globo bate recorde de audiência

O debate da Globo deu à emissora uma audiência recorde no segundo turno. O jornalista Lauro Jardim, da coluna Radar On Line, da revista Veja, divulgou os números:

No primeiro bloco, a Globo registrou 31 pontos na Grande São Paulo, de acordo com dados prévios do Ibope. (A Record cravou oito pontos e o SBT, seis). É mais audiência que os debates  de segundo turno da Record, SBT e Band somados.

No segundo  e terceiro blocos, os números não mudaram.

Na média, o programa registrou trinta pontos. (No horário, Record alcançou  sete  pontos e o SBT, seis), informa Jardim.

Foi também uma audiência superior ao alcançado no debate do primeiro turno. Pra ter uma ideia, em 2010, o confronto na Globo entre José Serra e Dilma no segundo turno obteve 23 pontos de audiência na Grande São Paulo.

Leia mais ...

Revista Veja responde críticas de Dilma

A revista Veja reagiu imediatamente após a fala da presidente-candidata Dilma Roussef (PT) no horário eleitoral gratuito na TV:

Sobre a fala da presidente no horário eleitoral

A presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição, ocupou parte de seu horário eleitoral para criticar VEJA, em especial a reportagem de capa desta semana. Em respeito aos nossos leitores, VEJA considera essencial fazer as seguintes correções e considerações:

1) Antecipar a publicação da revista às vésperas de eleições presidenciais não é exceção. Em quatro das últimas cinco eleições presidenciais, VEJA circulou antecipadamente, no primeiro turno ou no segundo.

2) Os fatos narrados na reportagem de capa desta semana ocorreram na terça-feira. Nossa apuração sobre eles começou na própria terça-feira, mas só atingiu o grau de certeza e a clareza necessária para publicação na tarde de quinta-feira passada.

3) A presidente centrou suas críticas no mensageiro, quando, na verdade, o cerne do problema foi produzido pelos fatos degradantes ocorridos na Petrobras nesse governo e no de seu antecessor.

4) Os fatos são teimosos e não escolhem a hora de acontecer. Eles seriam os mesmos se VEJA os tivesse publicado antes ou depois das eleições.

5) Parece evidente que o corolário de ver nos fatos narrados por VEJA um efeito eleitoral por terem vindo a público antes das eleições é reconhecer que temeridade mesmo seria tê-los escondido até o fechamento das urnas.

6) VEJA reconhece que a presidente Dilma é, como ela disse, “uma defensora intransigente da liberdade de imprensa” e espera que essa sua qualidade de estadista não seja abalada quando aquela liberdade permite a revelação de  fatos que lhe possam ser pessoal ou eleitoralmente prejudiciais.

CLIQUE PARA LER MAIS SOBRE A REPORTAGEM DA VEJA

Leia mais ...

Prefeito Neto Guerrieri mobiliza Eunápolis para caminhada pró-Dilma com Rui Costa

A caminhada pró-Dilma em Eunápolis, programada para este sábado, 25 de outubro, véspera da eleição do 2º turno, com a participação do governador eleito Rui Costa (PT), está sendo articulada pessoalmente pelo prefeito Neto Guerrieri, que pediu empenho dos correligionários para que o evento mostre a força política da cidade.

Também participam da caminhada o senador eleito Otto Alencar, o vice-governador João Leão, a prefeita de Porto Seguro, Cláudia Oliveira, os deputados eleitos Robério Oliveira e Ronaldo Carletto, vereadores e outras lideranças políticas.

Leia mais ...

Dilma diz que vai processar revista Veja

A presidente Dilma Rousseff dedicou boa parte de sua última propaganda no horário eleitoral na TV para criticar a revista ‘Veja’ pela reportagem em que afirma que o doleiro Alberto Youssef, em delação premiada à Justiça, teria dito que ela e o ex-presidente Lula sabiam dos desvios de dinheiro na Petrobras. Dilma afirmou que a revista “e seus cúmplices” terão de responder na Justiça pelo "ato de terrorismo", por não apresentar qualquer prova, visando apenas impactar no resultado das eleições.

— Hoje, a revista excedeu todos os limites da decência e da falta de ética, pois insinua que eu teria conhecimento prévio dos malfeitos na Petrobras e que o presidente Lula seria um dos seus articuladores. (...) A começar pela antecipação da sua edição semanal para hoje, sexta-feira, 24 de outubro, quando normalmente chega às bancas no domingo. Mas como das outras vezes, e em outras eleições, Veja vai fracassar no seu intento criminoso. A única diferença é que, desta vez, ela não ficará impune. A Justiça livre deste país seguramente vai condená-la por este crime — reagiu Dilma, acrescentando:

— Não posso me calar frente a este ato de terrorismo eleitoral articulado pela revista Veja e seus parceiros ocultos. (...) Sem apresentar nenhuma prova concreta e, mais uma vez, baseando-se em supostas declarações em pessoas do submundo do crime, a revista tenta envolver diretamente a mim e ao ex-presidente Lula nos episódios da Petrobras que estão sob investigação da Justiça (...) Isso é um absurdo, isso é um crime.  O programa petista acusa a revista: “Todas as eleições, quando candidatos do PT aparecem à frente das pesquisas, a revista tenta desesperadamente influenciar no resultado” diz o apresentador.DO G1.

 

Leia mais ...

Eunápolis: Farmácia Giru é assaltada no Gusmão, veja vídeo

Um bandido armado assaltou uma farmácia Giru, na Praça do Gusmão, em Eunápolis, na tarde de quarta-feira (22). O homem chegou ao local em uma moto. Enquanto o piloto do veículo ficou do lado fora, lhe dando cobertura, ele entrou na farmácia segurando o capacete e foi até o balcão.

Segundo o funcionário, o bandido pediu um remédio para dor. Enquanto voltava com o produto, o trabalhador ouviu o anúncio de assalto. Com arma já em punho, o bandido pediu o dinheiro do caixa. O funcionário foi obrigado a colocar a gaveta em cima do balcão para o assaltante recolher todo o dinheiro. Do Radar64

CLIQUE E ASSISTA IMAGENS DO ROUBO

Vídeo relacionado

Leia mais ...

Doleiro diz à PF que Lula e Dilma sabiam da corrupção na Petrobras

Na última terça-feira, 21 de outubro, o doleiro Alberto Youssef entrou na sala de interrogatórios da Polícia Federal em Curitiba para prestar mais um depoimento em seu processo de delação premiada no caso de corrupção que desviou bilhões de reais da Petrobras.

— O Planalto sabia de tudo!, disse Youssef.

— Mas quem no Planalto?, perguntou o delegado.

— Lula e Dilma, respondeu o doleiro.

O doleiro comandou um esquema de lavagem de dinheiro de contratos fraudulentos feitos pela Petrobras, suspeito de movimentar 10 bilhões de reais.

A revista Veja dessa semana traz detalhes estarrecedores desse esquema batizado de Petrolão nos bastidores políticos. Youssef mostra disposição para denunciar, apontar e distribuir responsabilidades. Os cofres da estatal de petróleo e gás foram assaltados durante quase uma década.

ADVOGADO NÃO CONFIRMA TEOR - Segundo o jornal O Globo, o advogado de Youssef, Antonio Figueiredo Basto, confirmou que o doleiro prestou depoimento à Polícia Federal de Curitiba na última terça-feira, mas disse não ter conhecimento da informação citada pela revista.

— Eu nunca ouvi nada que confirmasse isso (que Lula e Dilma sabiam do esquema de corrupção na Petrobras). Não conheço esse depoimento, não conheço o teor dele. Estou surpreso — afirmou Basto.

A reportagem da Veja chega às bancas neste fim de semana, quando o Brasil vai as urnas para eleger quem vai comandar o país nos próximos quatro anos.

 

Leia mais ...

Governo não divulga dados negativos da economia e educação

Os indicadores que o governo federal geralmente divulga em agosto, sobre o desempenho dos alunos em português e matemática; arrecadação de impostos; desmatamento e contingentes de pobres e miseráveis, só serão divulgados após o 2º turno.

O governo federal impediu a divulgação desses indicadores relevantes. A estratégia sugere que há o temor de que números negativos possam prejudicar a campanha da presidente-candidata Dilma Rousseff (PT). Por conta disso, os brasileiros chegarão às urnas no próximo domingo, 26 de outubro, desinformados.

Em setembro, o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) havia engavetado outro levantamento, desta vez, feito com base nos dados das declarações de Imposto de Renda de brasileiros, e que mostrava que a concentração de renda havia aumentado no Brasil entre 2006 e 2012. A tese, curiosamente, contraria o discurso recorrente dos governos petistas. 

Leia mais ...

Bahia 40 Graus

  • Fundado em novembro de 2012
  • O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Tel.: (73) 3281-6908 / (73) 8148-9300