Menu

SWF file not found. Please check the path.

03 de Maio de 2015

PF investiga marqueteiro do PT por lavagem de dinheiro

A Polícia Federal abriu um inquérito para investigar se os US$ 16 milhões que o marqueteiro João Santana, responsável pelas principais campanhas do PT, repatriou de Angola em 2012 — quando trabalhou para a eleição do presidente José Eduardo dos Santos — fariam parte de uma operação para lavar dinheiro para beneficiar o PT.

A polícia suspeita que o valor repatriado foi pago por empreiteiras brasileiras que atuavam em Angola, em favor do PT. O partido havia contratado Santana para atuar na campanha de Fernando Haddad à Prefeitura de São Paulo, no mesmo ano, e tinha dívidas de R$ 20 milhões com ele. A informação foi publicada neste fim de semana, no site do jornal “Folha de S.Paulo”.

No fim da tarde, Santana emitiu uma nota à imprensa, em que afirma que “são infundadas as tentativas de estabelecer uma conexão entre os recursos financeiros de duas campanhas (a angolana e a de Haddad)”. Ele também criou um site para se posicionar sobre o assunto. O marqueteiro publicou na internet, em um blog criado para esta finalidade, todos os contratos da campanha de São Paulo e de Angola, além das guias de recolhimento de impostos e do material publicitário que criou para a eleição de José Eduardo dos Santos.

“A transferência de recursos referentes ao trabalho realizado no pleito de Angola para o Brasil cumpriu todas as exigências do sistema financeiro nacional, e foi acompanhada pelo compliance do Bradesco”, diz Santana, acrescentando: “O contrato com a campanha de Angola foi de U$ 20 milhões, pagos pelo partido MPLA, depositados numa conta da Pólis no Banco Sol, em Luanda, capital de Angola. Desse total, US$ 16 milhões foram repatriados ao Brasil gerando uma guia de R$ 6,29 milhões em pagamentos de impostos”.

A assessoria de imprensa de Haddad confirmou por telefone que, na semana passada, o prefeito prestou depoimentos em relação a este caso. A PF ainda não comentou o inquérito.

 

Segundo a “Folha”, o alvo da investigação é a transação financeira entre as empresas Pólis e Pólis Caribe, de Santana. O inquérito que as envolve foi aberto este ano, depois que o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) considerou “atípica” a repatriação dos US$ 16 milhões. Santana também trabalhou para Dilma e Lula. Com informações da Folha e de O Globo.

Leia mais ...

Porto Seguro: Edésio Lima critica aliança de Roberta com Abade

Ex-secretário municipal de Governo, Edésio Lima, diz ao Blog de Miro do Topa Tudo que “Não seria louco e leviano ao ponto de apoiar a Roberta, uma pessoa que na minha visão não tem as mínimas condições de gerir uma cidade como Porto Seguro”.

O Blog de Miro do Topa Tudo postou neste fim de semana que a ex-primeira dama de Porto seguro, Roberta Caires, estaria se filiando ao PSDB, para disputar a prefeitura em 2016, numa articulação do ex-prefeito Gilberto Abade (PSB), que exerce influência no partido tucano devido a amizade com Jutahy Júnior. A postagem envolveu ainda na articulação o ex-secretário municipal de Governo Edésio Lima. 

Na sequência, outra postagem revela que Edésio refutou, por telefone, a informação e ainda disse ao blogueiro que “Não seria louco e leviano ao ponto de apoiar a Roberta, uma pessoa que na minha visão não tem as mínimas condições de gerir uma cidade como Porto Seguro”.

Edésio também critica a gestão de Abade, de quem foi o braço direito. Edésio declarou a Miro que sabe da aliança do ex-prefeito com Roberta, mas que está “trabalhando para expulsar Abade do PSB”. Babado forte.

 

Por Geraldinho Alves

Leia mais ...

Lula acusado de favorecer a Odebrecht

Ministério Público Federal abriu investigação contra ex-presidente, que teria virado o lobista chefe do país. O petista é acusado de favorecer a Odebrecht e outras empreiteiras em contratos bilionários financiados com dinheiro público do BNDES. A Odebrecht também é investigada na Operação Lava Jato.

Lula deixou a presidência, mas não deixou o poder. A Odebrecht bancou diversas viagens dele a países que logo depois contrataram obras da empresa. Mas o que parecia apenas um lobby em favor de empreiteiras brasileiras, feito quando Lula já era um cidadão comum, tornou-se suspeita de tráfico de influência internacional contra o ex-presidente, uma vez que essas obras foram financiadas com empréstimos bilionários tomados com facilidade junto ao BNDES, até hoje presidido por um apadrinhado do petista.Capa edição 882 (Foto: divulgação)

A reportagem de capa da revista Época dessa semana, escrita pelos jornalistas Thiago Bronzatto e Filipe Coutinho, revela detalhes de como Lula agiu, o que deixou o petista furioso.

O fato de o ex-presidente Lula ter viagens e palestras bancadas pela Odebrecht nos países onde a empresa fecharia negócios depois, com o dinheiro emprestado do BNDES, seria um ponto a ser investigado pelo Ministério Público, segundo a reportagem.

As viagens de Lula foram para a Venezuela, Gana, Cuba e República Dominicana. A relação entre as viagens do ex-presidente e os negócios fechados pela Odebrecht, na sequência, com dinheiro do BNDES seria alvo da investigação da Procuradoria Geral da República.Documento 01 (Foto: Reprodução)

OUTRO LADO

A Odebrecht emitiu nota à imprensa declarando que sofre tentativa de envolver o nome da empresa em denúncias de corrupção “sem, no entanto, apresentar, até o momento, nenhuma prova concreta ou constatação definitiva”.

Lula preferiu atacar a revista e os jornalistas. Disse que a Época era lixo e que se enfiar um jornalista da revista dentro do outro não daria 10% de sua honestidade. Ele disse isso no planque da CUT, durante a celebração do 1º de Maio, em São Paulo..

IMPRENSA INTERNACIONAL - A reportagem da Época repercutiu na imprensa internacional, sendo destaque no New York Times, El País, Reuters e Barrons. 

Leia mais ...

Eunápolis: Duplo homicídio no Parque da Renovação

Dois jovens de 29 anos foram assassinados a tiros na tarde deste sábado, 2 de maio, na entrada do Parque da Renovação, em Eunápolis, quando chegavam de bicicletas ao conjunto residencial. Eles foram abordados por quatro homens em duas motocicletas, que efetuaram os disparos. As vítimas foram identificadas por Leandro Santos Souza e Fabiano de Jesus. Segundo informações, O pai de Leandro esteve no local do crime e declarou que seu filho não fazia nada de errado. Já Fabiano, que era natural de Santa Cruz Cabrália, já tinha passagem pela polícia, segundo informações da PM.

Leia mais ...

VI Passeio Ciclístico de Eunápolis será no dia 10

Com expectativa de contar com a participação de mais de mil ciclistas, o Rotary Club promove, no dia 10 de maio, pela manhã, o VI Passeio Ciclístico de Eunápolis, com inscrições no valor de R$ 15,00. A concentração e a largada serão na Praça da Bandeira, onde os participantes inscritos receberão camisa e boné. No final, haverá sorteio de bicicletas e outros brindes.

A largada está prevista para as 10 horas, com os ciclistas formando blocos por idade e sexo, sendo guiados por um carro de som, além do acompanhamento de um carro de apoio e uma ambulância durante todo o trajeto pelas ruas e avenidas no centro da cidade, retornando a Praça da Bandeira para o sorteio e encerramento. 

Leia mais ...

Ministro das Cidades, Gilberto Kassab, será investigado pelo STF

O ministro Antonio Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou o prosseguimento de uma investigação para apurar a participação do ministro das Cidades, Gilberto Kassab (PSD), à época em que era prefeito de São Paulo, de esquema de fraude envolvendo a empresa Controlar, concessionária que realizava a inspeção veicular na capital.

Toffoli atendeu pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot. O chefe do Ministério Público Federal afirmou à Suprema Corte que as “graves irregularidades" apontadas pelos promotores de Justiça de São Paulo têm de ter ser apuradas na esfera criminal. A acusação é de que Kassab editou decreto, em 2008, para conceder indenização no valor de R$ 2,5 milhões à empresa, em desrespeito ao contrato de concessão que não previa despesas aos cofres do município.

Leia mais ...

Lava Jato chega ao Judiciário: Oposição cobra explicações a ministros do STF e STJ

Parlamentares de oposição cobraram nesta sexta-feira, 1º de maio, esclarecimentos dos ministros José Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), e Benedito Gonçalves, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), sobre a relação mantida com o empreiteiro Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS, que passou quase seis meses preso por envolvimento no escândalo da Petrobras, investigado na Operação Lava Jato.

Como mostra reportagem da revista Veja desta semana, Benedito Gonçalves e o empreiteiro foram flagrados pela Polícia Federal trocando uma série de mensagens telefônicas. Em uma delas, um dia após a reeleição de Dilma Rousseff, o ministro Benedito escreve a Léo Pinheiro: "Meu amigo parabéns o ano 2015 começou ontem. Agora preciso da sua ajuda valiosa para meu projeto'.

Para os investigadores, o projeto a que ele se refere é a nomeação para o STF. Pinheiro responde: 'Todo empenho e dedicação ao tema". O ministro do STJ era cotado para assumir a vaga de Joaquim Barbosa no Supremo Tribunal Federal e direcionou o pedido a um conhecido amigo íntimo do ex-presidente. Lula fez campanha por Gonçalves.

"Tanto Toffoli quanto Benedito devem explicações à nação. Eles têm de explicar ao país essa relação, que coloca em suspeição os julgamentos nas cortes", avalia o líder do PPS, deputado Rubens Bueno (PR). "As instituições passam a ser suspeitas por causa dessas figuras. Essa relação incestuosa entre os poderes da República se acentuou claramente com Lula e o PT no governo. Eles nomeiam amigos para interferir na própria vida e na independência dos poderes", acrescentou Bueno.

Na avaliação do líder do DEM, deputado Mendonça Filho (PE), ministros não podem confundir as relações mantidas com empresários e o meio político. "Essas relações devem e têm de ser evitadas para impedir que haja algum tipo de suspeição e a quebra de princípios elementares, que é o da independência entre os poderes e o da isenção nos julgamentos. Em benefício do próprio ministro e em proteção ao sistema Judiciário, essas relações têm de ser transparentes", disse. Para o deputado pernambucano, está "claro o propósito do PT de aumentar e ampliar suas forças no STF" para tentar "impedir a punição dos culpados no petrolão".

Ainda sobre a relação entre o empreiteiro e os juízes, o deputado pelo PSDB mineiro Marcus Pestana afirmou que "o melhor detergente para a corrupção é a luz do dia". "Em uma democracia, a transparência tem de ser total. Não é possível as pessoas confundirem espaços públicos, privados e partidários", disse o tucano. 

"Ainda bem que o nosso sistema judiciário, composto pela Polícia Federal, o Ministério Público e o Poder Judiciário, estão ativos e preservando o interesse público. Que essas relações incestuosas e não-republicanas entre agentes políticos de interesses privados sejam extirpadas da história das instituições brasileiras", afirmou Pestana. Matéria de Marcela Mattos/Revista Veja 

Leia mais ...

Prefeitura de Porto Seguro quer modernizar balsas

Alé, de tpdas as informações sobre o sistema de transporte hidroviário municipal, a Prefeitura de Porto Seguro vai apresentar na audiência pública marcada para o dia 6 de maio, no Centro de Cultura, um importante projeto elaborado por uma empresa do sul do país contemplando a modernização das balsas e a construção de um novo atracadouro no terminal do Rio Buranhém.

O objetivo da Prefeitura, segundo uma fonte ligada a prefeita Cláudia Oliveira (PSD), além da modernização do setor, é transformar o transporte hidroviário local em um serviço mais seguro e mais confortável, com as exigências ambientais atendidas.

O projeto prevê a construção de um novo atracadouro, requalificando toda a área de embarque e desembarque de veículos e passageiros. As novas balsas deverão ser mais seguras e ter instalações mais adequadas. Os benefícios do novo modelo de transporte hidroviário serão detalhados na apresentação do projeto durante a audiência. O setor não passa por melhorias estruturais há mais de 15 anos. 

As novas regras para a concessão do serviço devem ser debatidas na audiência pública, que foi agendada depois de um acordo entre o Executivo e o Legislativo. A expectativa é de que a discussão, que terá a presença do Ministério Públicos e setores da sociedade, seja produtiva e possa tirar as dúvidas da população, agilizando em seguida o processo de licitação. A princípio, cada participante da audiência terá 5 minutos para se manifestar.

A prefeitura informou que a audiência visa garantir o acesso de todos às informações pertinentes ao processo de concessão do serviço público, como licitação, organização, planejamento e fiscalização do sistema de transporte hidroviário municipal. As balsas transportam veículos e passageiros de Porto Seguro para Arraial D’Ajuda e vice-versa.

 

 

 

Leia mais ...

Vídeo: Dilma diz ser contra terceirização de todas as funções

Em um dos vídeos divulgados nas redes sociais neste 1º de Maio, a presidente Dilma Rousseff (PT) disse que a regulamentação da terceirização pé necessária, mas não para todas as funções. O Projeto de Lei 4330 que regulamenta a terceirização já foi aprovado pela Câmara e tramita no Senado libera a terceirização de todas as atividades da empresa. Com receio de um “panelaço”, pela primeira vez a presidente não fez um pronunciamento em cadeia de rádio e TV, preferindo se manifestar por meio das redes sociais.

Vídeo relacionado

Leia mais ...

Bahia 40 Graus

  • Fundado em novembro de 2012
  • O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
  • Tel.: (73) 3281-6908 / (73) 8148-9300